.post a img, .post img { width: 695px; height: auto; padding: 0; margin: 0px -40px 0px -40px; border: none; } -->

03 julho 2018

#Effect: Entrevista com Camila Faria, do Não Me Mande Flores

O #Effect não acabou e tão pouco iremos deixar ele sumir de repente no blog, é um dos meus projetos favoritos e que mais gosto de correr atrás para que aconteça cada vez mais. E desta vez convidei a Camila, do Não Me Mande Flores para compartilhar um pouco de si aqui no blog. 

1. Quem é a Camila e porque Não Me Mande Flores?


Olá Deivy e leitores do Blog do Deivy! O meu nome é Camila Faria, eu sou jornalista e trabalho com produção de conteúdo, especialmente para a web. Também sou a criadora e editora do blog Não Me Mande Flores, cujo nome é um incentivo para um dia-a-dia mais criativo, sem as soluções de sempre para presentear e deixar a rotina mais bonita. Sair da caixinha mesmo, ser mais original e surpreender. Mandar uma caixa de biscoitos no lugar das flores. Ou um livro (ou os dois).


2. Há quanto tempo você está na blogosfera? Notou alguma diferença dessa época para cá?


O Não Me Mande Flores existe desde 2009, mas já tive outras experiências com blogs antes disso. Vivi tanto a fase de descoberta e valorização dos blogs quanto essa transição do interesse popular para meios mais dinâmicos e imediatos, como o YouTube. Mas acho que existe espaço para todo mundo na web. Conteúdo original e de qualidade é sempre bem-vindo. 


3. Ultimamente estamos vivenciando uma época em que os criadores de conteúdos em geral querem algo mais profissional, que gere lucro e renda. Como você vê tudo isso?


Eu vejo esse fenômeno como algo natural. Buscar reconhecimento (inclusive financeiro) é uma etapa importante na trajetória de qualquer profissional. O complicado é você criar o seu conteúdo exclusivamente com esse objetivo, uma estratégia pouco eficaz e altamente impessoal, que acaba minando as suas possibilidades de sucesso. A gente sente quando um blog é comercial demais, né? E ninguém gosta de ler só propaganda.


4. Eu sempre vi o Não Me Mande Flores como um blog calmo, mas que consegue facilmente extrair a atenção e o carinho do público, você vê o seu blog dessa mesma maneira?


Adorei essa sua maneira de enxergar o Não Me Mande Flores, Deivy. Eu vejo o blog como um reflexo da minha personalidade. E eu acho que eu tenho esse lado mais calmo e carinhoso mesmo. :)


5. Como disse, os blogs estão passando por mudanças constantes pro profissionalismo que gera lucro, procurando empreender. Quais são os tipos de blog que ainda te agradam e você faz questão de ler sempre?


Eu gosto muito de blogs mais pessoais, que não necessariamente têm um compromisso com as últimas "tendências" ou com os assuntos "da moda". Curiosamente são esses blogs que acabam sobrevivendo o teste do tempo e que permanecem no ar por muitos anos (mesmo com a migração massiva de blogueiros para outras mídias). 


6. Você está com o seu atual blog desde 2009, ainda há aquela ansiedade para produção/atualização de conteúdo ou anda mais calma, querendo aproveitar cada minuto?


No comecinho do blog eu tinha mais tempo para produzir e publicar conteúdo diariamente. Hoje em dia não tenho mais esse compromisso e nem acho mais necessária essa frequência diária ~ até porque a maneira de consumir os blogs mudou muito com o passar dos anos (e com o aparecimento de novas mídias). Eu acabo produzindo de maneira orgânica, sempre que encontro um tema ou assunto que considero relevante para o blog, mas sem a imposição de uma agenda editorial. 


7. O Não Me Mande Flores assim como você, Camila, é um exemplo em inspiração para muitas outras blogueiras, até mesmo para mim, sendo vista como influenciadora digital, como carrega uma 'responsabilidade' tão grande como essa?


Obrigada, Deivy! Eu acredito que a minha responsabilidade é apresentar um conteúdo original e verdadeiro, que realmente represente a minha visão de mundo e a minha maneira de enxergar os temas que eu abordo. No final das contas, honestidade, transparência e cuidado são essenciais.


8. Creio que possua uma vasta experiência quando se trata da blogosfera. Há algum conselho que dá para outros blogueiros quando questionada sobre como ir tão longe e por tanto tempo? 


Seja você mesmo. Num mundo tão cheio de cópias e clichês, encontrar o seu próprio caminho como blogueiro é indispensável. E dê créditos, sempre! :)
________________

Muito obrigado pela entrevista, Camila! 

6 comentários:

  1. Amei, Deivy! Adoro o Não Me Mande Flores e a entrevista foi muito boa, com perguntas originais e interessantes, a Camila parece ser uma fofa mesmo!
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabs!
      Muito obrigado pelo carinho, a Camila é mesmo uma pessoa muito querida.

      Beijos do Deivy!

      Excluir
  2. Olá Deivy!
    Amei a entrevista, ficou muito bacana! Meus parabéns!
    Achei a Camila um amor de pessoa!
    Acho que já li sobre o blog dela em algum outro lugar!

    Tenha uma semana ainda mais abençoada!
    xoxo, Pam!

    https://palomari.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paloma.
      Muito obrigado, também achei que ficou incrível com as respostas dada pela Camila.

      Beijos do Deivy!

      Excluir
  3. Eu amo muito o blog ela e os posts sempre me dão uma sensação de conforto <3 <3

    Com amor, ♥ Bruna Morgan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bruna.
      Também tenho essa mesma sensação, é como se o blog dela emanasse calma e harmonia para quem ler e visita diariamente. Amo muito.

      Beijos do Deivy!

      Excluir