.post a img, .post img { width: 695px; height: auto; padding: 0; margin: 0px -40px 0px -40px; border: none; } -->

07 julho 2018

O que garotos podem ser?

É comum (dentro do patriarcado machista em que vivemos) que garotos cis aprendam desde pequenos a serem másculos, garanhões, valentes, que tenham a 'responsabilidade' de serem melhores que os outros e provar o tempo inteiro de que é valente o suficiente para chegar numa garota, ou pegar tantas quanto o colega, ou manter um número de namoradas ao mesmo tempo - isso deduzindo que todos são heteros -, ensinamos que precisam ser brutos com todos e tudo, a exaustão é totalmente dispensável, os sentimentos então, nem se fala. Você tem que provar o tempo inteiro de que é homem de verdade!

E vamos crescendo, nos tornamos crianças birrentas, adolescentes frustrados e isolados sentimentalmente, e em breve, adultos doentes psicologicamente, violentos e frustrados a espera de um alguém que corresponda as nossas expectativas próprias, com egos inflados esperando que os outros corresponda as nossas necessidades e não nos deixe faltar nada, resultado: criamos mais um macho embuste e machista. 

Por isso temos tantos jovens se rebelando contra os princípios que ainda estão tentando nos impor, a informação chega para todos, a compreensão própria acabou aquietando estes garotos que vieram ao mundo com a natureza inabalável, o psicológico seguro e capaz de perceber o erro grave e a falha enorme que a geração passada cometeu e está cometendo ao tentar educar a minha geração, que não se subjuga muito fácil ao patriarcado e questões preconceituosas, possui princípios próprios, conseguem ser únicos, são tudo aquilo que garotos podem ser e muito mais. Uma afronta aqueles que querem os-proibir de serem livres, como a Lola falou no seu blog.

Eu fui uma dessas crianças que rejeitando e percebendo o que havia de errado nos comentários machistas que me rondavam, pude corrigir nas minhas ações e poder construir uma boa autoestima, uma delicadeza que inspirou o meu novo projeto - que em breve irei compartilhar -, e me fez ser mais empático, me colocar no lugar dos outros e poder ser reciproco com as pessoas que mesmo não correspondendo as minhas expectativas, aquietando as minhas necessidades e me fazendo andar com as minhas pernas, são suficientes para mim sendo elas mesmas. Não precisamos cobrar ninguém por boas ações, tão pouco deixar nos atacar por sermos nós mesmos, mas não cobrar de você mesmo será uma ótima opção. Garoto, pode ser você, está tudo bem!

8 comentários:

  1. Oi, Deivy! Tudo bem? Odeio como a sociedade impõe e molda os garotos a serem de um determinado jeito. E o mais chato é que quando alguns não são assim, já sofrem preconceito.

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tony.
      Exatamente, muitos padrões estão sendo quebrados, graças ao avanço consciente da geração que está vindo para abrir estas portas.

      Volte sempre,
      Beijos do Deivy!

      Excluir
  2. O número de suicídios é maior entre homens do que entre mulheres, embora as estatísticas apontem que mulheres são mais acometidas por transtornos mentais do que homens. Homens também tendem a escolher meios de cometer suicíduo mais violentos e eficazes do que mulheres. É horrível, para dizer o mínimo. Tudo reflexo de uma sociedade machista e misógena que não admite os sentimentos como algo humano, e sim como algo "de mulher" e, portanto, inferior, não podendo existir no universo masculino. O homem engole muito sapo por causa do machismo também. Só que a sociedade é ótima em manter as coisas como estão, e acho que ainda vai demorar um pouco pra gente conseguir mudar isso. Homem que apoia feminismo ou que vai contra o machismo é rapidamente excluído dos grupos de amigos e ridicularizado pela própria família. E olha que a gente tá falando só de sentimento, não entramos nem na questão de gênero e sexualidade! :(

    Belo post!
    https://cyberalkymist.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu queria ter trazido todos estes fatos dentro da publicação, mas o medo em causar efeito negativo nas pessoas acabou me reprimindo um pouco nas minhas ações. Creio que, o fato da taxa de suicídio entre homens serem maiores que entre as mulheres se dá ao fato de sermos ensinados a descartar os sentimentos e confiar apenas em si mesmo, como disse na publicação, e as mulheres são ensinadas a confiarem uma nas outras, fazerem amizades que estão prontas para tudo e todos. A imposição de gênero mata, e está matando a todo momento. Triste termos que confirmar isso todos os dias.

      Muito obrigado,
      Beijos do Deivy!

      Excluir
  3. Essa imposição de padrões também me tira do sério. Devemos ser autênticos e pessoas que se sentem bem consigo mesmas.
    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, Emerson.
      Só de ter consciência deste fato tão pequeno, já é um grande avanço.

      Beijos do Deivy!

      Excluir
  4. Respostas
    1. Olá, Walter.

      Muito obrigado,
      Beijos do Deivy!

      Excluir