.post a img, .post img { width: 695px; height: auto; padding: 0; margin: 0px -40px 0px -40px; border: none; } -->

25 abril 2018

Ser blogueiro é frustrante

Se eu pedir para qualquer pessoa imaginar um influenciador digital, um blogueiro ou youtuber que estude na mesma sala, escola, ou more próximo a ti, qualquer pessoa vai imaginar uma pessoa alta, de corpo bonito, com uma popularidade que quase ninguém se aproxima por sentir-se insegura para chegar perto, falar, pedir uma foto, ou simplesmente bater um papo rápido, dizer que admira o trabalho. Logo, imagina, uma pessoa inacessível, curta e grossa nas palavras e que não possui muito tempo para qualquer outra coisa além de divertir-se com os amigos, sair pra balada e gravar alguns stories, postar qualquer besteira no blog e dizer que está trabalhando.

Deu pra perceber o quão frustrante é ser blogueiro com pouca idade e mesmo assim, não conseguir mostrar para as outras pessoas que está trabalhando e não escrevendo conteúdos e textos fúteis sobre nada, já que pra quem está fora, você não sabe nada sobre a vida por ter 15 anos. É impossível considerar isso como um trabalho, e logo, as pessoas dizem que é apenas diversão, brincadeira de criança. A nossa sociedade ainda considera algo trabalhoso quando não gostamos, quando é algo que procuramos sempre desculpas para poder não comparecer e claro, falar mau agradecendo por pagar as nossas contas.

Produzir conteúdos de encher os olhos e ser jogado para baixo todos os dias sem nem levar em consideração o seu esforço, a sua saúde mental, responder a pergunta de qual é a sua profissão e as pessoas perguntarem com o que realmente você trabalha, igual como fazem com os autores e escritores de livros. É possível notar que é impossível sempre continuar estável com a nossa paixão pela escrita, pela produção de conteúdo?

É frustrante produzir milhares de conteúdos e perceber que não tem nada pra semana seguinte, pois tudo foi postado. Abrir o painel e não ter recebido o feedback positivo que esperava, não ter de volta o número de acessos que conseguiu ontem. É uma vida realmente muito conturbada, que gera muitas barreiras, as vezes grandes socos, as vezes grandes abraços. É notório que nem sempre conseguimos manter a mesma felicidade para quem espera comentários positivos, números de acessos que mantenham a mesma quantidade de números, as vezes temos 3 dígitos, outros 4, as vezes ultrapassamos com 5 dígitos e isso nos deixa animados a continuar com tudo, e no dia seguinte, voltamos pros 3 dígitos. Entendeu como sofremos frustrações por todos os lados? E preferimos nem comentar sobre o apoio familiar, lagrimas vão rolar e identificações vão sempre crescer e se multiplicar.

Apenas, um blogueiro!

12 comentários:

  1. Trabalhar para pessoas quase sempre vai ser frustrante. Logo, também é muito bom para o crescimento pessoal e profissional.

    Se você é ciente de que seu conteúdo é interessante para alguém, então não tem porque relevar comentários negativos e que não acrescentam em nada.

    Força bb.
    Beijos.
    Sem Guarda-Chuvas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Ricardo! Acho que produzir conteúdo pra internet vai sempre nos frustrar por criar expectativa demais em somente um lado, e não estar preparado para tudo pode acabar com sonhos.

      Beijos do Deivy!

      Excluir
  2. Olá Deivy!
    Que postagem mais top!
    Me identifiquei com muita coisa do que disse!
    Principalmente por não ter o apoio familiar que eu esperava.
    E por ser desmerecida pela minha idade e por acharem que o que escrevo e faço é uma bobagem sem sentido e perda de tempo de quem não tem mais o que fazer.

    Boa sorte para nós!
    Cada dia é uma luta que nos deixa mais fortes!

    Tenha uma semana ainda mais abençoada!
    xoxo, Pam!

    https://palomari.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paloma
      Muitas coisas que acontecem aqui você vai se identificar, afinal, 8 anos de blogosfera é tempo demais e passei por muito tempo o que você pode vir a passar.

      Beijos do Deivy!

      Excluir
  3. Me identifiquei com seu texto o pior é que além de ser blogueira, meu sonho também é ser escritora e lançar livros ai fica mais complicado. Pois as pessoas falam que nunca terei dinheiro e que irei morrer de fome, mas uma coisa aprendi com tudo isso. Temos que fazer algo por amor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Marcela. Também estou planejando me tornar um escritor independente e cada vez mais o ataque externo cresce e bate de frente conosco, e isso é horrível.

      Beijos do Deivy!

      Excluir
  4. Ohn, muito obrigado :)

    Às vezes sinto o mesmo, mas não podemos pensar assim. Ser blogger também é escrever sobre aquilo que mais gostamos e que mais nos dá prazer! Ser blogger é estar em constante crescimento :D Ser blogger tem mais pontos positivos do que negativos... mesmo que nos pareça algo desgastante que, de facto, o é!

    NEW TIPS POST | MOTHER'S DAY: THE BEST GIFT SUGGESTIONS. :D
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Miguel
      Sim, tudo é muito complicado para nós blogueiros, o que nos faz escrever sempre desabafos e poder contar com nossos seguidores para melhorar tudo isso.

      Beijos do Deivy!

      Excluir
  5. Oi Deivy! Torcendo aqui para que você esteja passando apenas por uma fase mais difícil dentro desse universo dos blogs e para que você não desanime com essas pequenas decepções do dia a dia. É difícil, mas vale tanto a pena, né? Um beijo grande :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila
      Sim, é somente um momento passageiro, mas as vezes pesa e precisamos conversar com quem acompanha os nossos blogs para podermos voltar a consciência plena.

      Beijos do Deivy!

      Excluir
  6. Você tem 15 anos e já está seguindo o caminho que deseja. Alcançar reconhecimento de verdade leva tempo e dedicação, então não desista, continue fazendo seu conteúdo, mesmo que não receba o apoio de sua família

    Com amor, ♥ Bruna Morgan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna
      Foi somente um desabafo em nome de muitos outros e inspirado no meu passado, já não preciso mais de apoio externo para que siga meus sonhos e desejos, mas muito obrigado.

      Beijos do Deivy!

      Excluir