.post a img, .post img { width: 695px; height: auto; padding: 0; margin: 0px -40px 0px -40px; border: none; } -->

26 maio 2018

#Effect: O mercado da influência digital

Sem dúvidas o números de pessoas dispostas a trabalhar com a internet cresceu nos últimos anos, as empresas passaram a investir mais nos influenciadores digitais - que iremos falar mais pra frente - e claro, extorquir uma parcela para poder investir menos nesses perfis de internet, oferecendo números baixíssimos ao que realmente iria investir caso valorizasse eles e ainda, cobrando e montando em cima dessas pessoas a fim de lucrar e estar visível, mesmo possuindo um grande números de influenciadores com menos de 1mil seguidores no instagram. E tudo isso se encontra numa completa bola de neve que vem aumentando e explodindo cada vez mais dentro da blogosfera.

A publicação que li no blog Sexta Dimensão fala sobre como a busca por profissionalismo vem aumentando e com isso, a essência de diário pessoal de muitos blogs vem sendo perdida. Lá em 2009/2010, realmente poderia ser visto isso, não nos preocupávamos com lucrar com o blog ou não, ser profissional, estar antenado as novidades, conseguir mais acessos e ficar famoso trabalhando com aquilo e poder se custear a partir da escrita para a internet.

Também preciso afirmar que é mais fácil acharmos dicas para conseguir parcerias, do que dicas para podermos melhorar os nossos blogs. Mas é obvio todo esse motivo, hoje é muito fácil conseguirmos encontrar tudo isso dentro de outros blogs e até mesmo cursos online gratuitos em vídeo-aula ou texto que irão nos cobrar o pensamento individual para continuar sendo criativo e original na produção de conteúdo diário pro nosso cantinho. Isso porque o mundo está evoluindo, as pessoas estão cada vez mais procurando por informações ao alcance da mão (o que os blogs proporcionam) e poderem aprender muito mais sem muito esforço. E com toda essa visibilidade, conseguimos influenciar pessoas quando passamos verdades e aquele efeito é proporcionado - como já vi em algumas vezes aqui -.

E é justamente isso que as empresas querem. Buscam números reais e pessoas influentes que gerem efeitos, transforme curtidas e visualizações em dinheiro. E quem possui todo esse poder na palma da mão, não irá hesitar em vender a sua influencia para poder custear todo valor investido (em tempo ou dinheiro) no seu blog. Eu, que trabalho com isso a sério há alguns anos posso afirmar que divulgação é muito caro, e as vezes as empresas optam por pagar o nosso valor dito, e esse dinheiro pode ajudar muita gente que precise para poder continuar seguindo em frente, até porque, ser blogueiro (a) não é fácil e custa muito caro manter tudo isso sozinho.

Ser influenciador digital pode ser uma profissão que está sendo vista como a moda do momento, pode ser menosprezada por alguns empresários e até mesmo super valorizada, dependendo do ângulo de vista. Mas todo avanço tecnológico, a busca por publicidade consciente e que chegue ao ponto certo, obriga as empresas a nos contratarem para poder tornar vocês em clientes. E a partir do momento em que todos nós nos tornamos influenciadores digitais em potencial, contribuímos cada vez mais para o número de 250 milhões de blogs crescerem pelo mundo. Conhecer os nossos potenciais de qualidade, faz com que o mercado passe a necessitar de todos esses recursos criativos e inovadores e nos oferecer oportunidades de trabalhar com aquilo que dominamos.

Tudo isso para alcançar o público que fazemos parte: 

jovens influenciáveis e imperativos que procuram sempre por mais novidades que geram emoções e expectativas.


6 comentários:

  1. Olá Deivy!
    Peço desculpas por sumir daqui, esteva resolvendo umas coisas!
    Que postagem mais top, estava com saudades dos posts do #Effect!
    Obrigada também pelo esclarecimento de algumas coisas!
    Essa postagem ficou excelente, foi algo muito útil e bacana de se ler!
    Ainda vai ter mais postagens do #Effect ?

    Tenha uma semana ainda mais abençoada!
    xoxo, Pam!

    https://palomari.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paloma
      Não há de que. Ainda teremos muitas publicações do #Effect, a questão por ele ter sumido é que não depende somente de mim, mas sim de um grupo de pessoas que vem crescendo e cooperando invisivelmente para que ele venha ao ar.

      Beijos do Deivy!

      Excluir
  2. É um mercado muito atrativo, realmente Deivy. Todo mundo quer ter a sua parcela de fama e influência digital, né? Pena que isso acaba tirando a alma de muitos sites/blogs, infelizmente. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila
      Não necessariamente precise perder a energia do que era antes. Mas hoje esses blogs que acabaram chegando ao profissionalismo possuem mais destaque, consegue chegar mais nas pessoas, por isso estamos percebendo somente isso.

      Beijos do Deivy!

      Excluir
  3. Que postagem mais realista, sem fantasiar o mundo da influência digital. Adorei mesmo! Parabéns pelo blog ❤

    ixtrellinha.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Iane, seja bem vinda.
      Muito obrigado pelo carinho,

      Beijos do Deivy!

      Excluir