.post a img, .post img { width: 695px; height: auto; padding: 0; margin: 0px -40px 0px -40px; border: none; } -->

08 junho 2018

'Quebrada Queer' e o seu brado de poder

Meu dia teve um novo som, que de certa forma incomodará aqueles que não se importam com as minorias, se incomodam com o avanço da diversidade e principalmente, tem um imenso preconceito com @s manxs afeminadas que a nossa imensa comunidade tanto luta para defender e junto a elas conquistar mais respeito e dignidade de viver em paz à luz do sol, ou da lua. Quebrada Queer é o nome deste brado ensurdecedor que me deixou completamente impactado com tamanha argumentação cantada, que militou a cada palavra dita pela boca das cinco estrelas que participaram desde hino: Guigo, Tchelo, Harlley, Lucas Boombeat e Murilo Zyees. Todos artistas que esbanjaram todo o seu talento e jogou na cara de todos que a onda de artistas LGBTQI+ veio para ficar.

Até o momento me sinto sem palavras suficientes para descrever o quanto me senti representado, digno e orgulhoso de ver outras pessoas assim como eu produzindo um trabalho incrível que fez tanto sucesso, e pode trazer conforto para outras pessoas que se identificaram a todo momento com os discursos que complementaram esta obra de arte denominada Quebrada Queer. A vivência da comunidade LGBT e a representatividade foram, aos meus olhos, os principais componentes para a música que, carregada de críticas sociais, trouxe para nós mais forças para continuar seguindo em frente.

Eu tenho um carinho e uma admiração gigantesca por artistas que pregam e fazem acontecer uma revolução de tamanha proporção, conseguindo conquistar pessoas dentro e fora da comunidade, e levando cada vez mais pessoas que antes estavam escondidas, sendo oprimidas pelo patriarcado que nossa nação vem vivendo e cada vez mais retrocedendo pro preconceito e ignorância. É ter muita força, garra e glitter para colocar a cara tapa num momento em que até um dos nossos vem sendo contra as próprias causas. Quebrada Queer e as suas estrelas tem toda a minha admiração.

2 comentários:

  1. Não conhecia a banda, Deivy. Adorei conhecer. Vou até ver se uso uma música deles em uma playlist que estou preparando.
    Bom final de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Emerson
      Creio que vá gostar da música, é a primeira cyper LGBTQI+ do Brasil.

      Beijos do Deivy!

      Excluir