.post a img, .post img { width: 695px; height: auto; padding: 0; margin: 0px -40px 0px -40px; border: none; } -->

22 setembro 2018

Livros para ler numa tarde #1

Photo by Laëtitia Buscaylet on Unsplash
Ultimamente estou lendo bastante, isso é muito bom, minha imaginação e criatividade vem fluindo grandiosamente, me fazendo ter uma produtividade enorme tanto no blog quanto nos que escrevo e tenho coluna. Preciso distrair a mente e não me deixar ser consumido pela ansiedade. E também ter conhecimento suficiente para não depositar confiança em pessoas erradas, principalmente neste ano de eleições (inclusive, #EleNão). São livros curtos - pelo menos para mim que engulo os livros facilmente haha! - e que podem ser lidos em um único dia caso esteja disposto e desocupado, mas recomendo que vá com calma, as história são boas e dão um gostinho de quero mais quanto mais procrastinar para retomar a leitura (bom, eu não fiz isso).


Contra Tempo

Henri B. Neto

Quantas vezes desejamos voltar no tempo e corrigir um erro presente? É exatamente isso que o personagem enfrenta durante toda história, o que era para ser somente a véspera do seu aniversário acaba tornando diversos dias repetidos, com os mesmos acontecimentos e coincidências - que ironicamente, já havia frisado. Apesar de ter sentido uma incrível falta de interesse, o autor aprofundou muito bem os personagens e fez com que os sentimentos de cada um fossem sentidos pelo leitor no decorrer da história, e depois, perceberá que todo aquele tédio era na verdade a curiosidade da história que o livro em si transmite. Dá para ler uma grande parte do livro em somente um dia - o que fiz, dá para perceber o quanto te anima para querer saber o decorrer da aventura que todos os personagens irão passar para poder ajudar o Nicolas Guerra a conquistar o que tanto deseja: o seu amado.


Alisson no País das Maravilhas

Liber Matteucci

Um gostinho de fantasia com a realidade geográfica, política e linguística brasileira. Dá uma sensação de estar em casa, de identificação, uma recordação passada. É uma crítica política indireta, que não defende e nem ofende. Leva Alisson para um passeio nas profundezas do asfalto, o-deixa igualado a todas as outras classes que dominam e são dominadas - incluindo a sua. É comprido, mas o contexto da história não é perdido em nenhum momento. A aventura é longa, todos os personagens trazem um toque especial e complementar ao todo, fazendo a sua imaginação transbordar e se aprofundar em todos os sentidos.




De Todos os Motivos

Vitor Castrillo

Que tal contar sua ideia de relacionamento na internet? Pedro vai, literalmente, recorrer a internet para saber qual decisão tomar em relação aos sentimentos que sente por Henrique que (muito fofo!) se dedica a sua felicidade. É um romance curto, atual e cheio de momentos fofos para esquentar o coração, ambos conseguiram me ganhar e trouxe uma curiosidade intensa para saber o que de fato ocorreria no final, com certeza não podeira ficar somente na amizade colorida que têm - o autor não poderia fazer isso comigo! -, trazendo-te para os seus íntimos e te fazendo torcer para que tudo dê certo. É profundo, consegue sentir a angustia do personagem para conquistar o seu amado aventureiro.

Qual a sua leitura atual?

4 comentários:

  1. Oi Deivy! Adorei o post, amo dicas de novas leituras. Os três livros parecem ser interessantes (e uma graça!). Atualmente estou lendo o novo Romance do Paul Auster, chamado 4321 ~ e gostando muito! Um beijo :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila!
      Também amo ver recomendações literais. São ótimos, têm linguística juvenil e trás uma imaginação muito grande. Irei procurar um pouco sobre este livro do Paul, parece ser legal (já que você falou haha).

      Beijos do Deivy!

      Excluir