.post a img, .post img { width: 695px; height: auto; padding: 0; margin: 0px -40px 0px -40px; border: none; } -->

18 setembro 2018

Precisamos aprender a lidar com as frustrações

Ignoramos ela, marginalizamos e desejamos ficar longe dela e permitir-se ser feliz de uma outra maneria que seja completamente distante da tristeza, mesmo compreendendo que é um estado passageiro que virá e irá embora diversas vezes durante a sua vida. Mesmo que esteja na solidão, isolado do mundo ou num período de auto reflexão enquanto seus amigos conversam entre si, a tristeza repentina sempre vai acontecer, queira você ou não. E é completamente natural, normal e necessário que aconteça. Afinal, saberemos o que nos faz mal, ou os períodos que mais ficamos pra baixo, o que podemos dar mais valor em nosso dia ou que pode ficar mais de lado de vez em quando. É normal ficar triste de vez em quando, ou frequentemente, o problema é não aceitarmos a sua chegada e não compreendermos o que causará a sua ida. 

Tudo bem, sabemos que incomoda sentir um peso forte no coração, o corpo mole pedindo por carinho, afeto, toques íntimos. As vezes a cabeça também rodopia e nos lembra alguém que, misteriosamente, poderia nos ajudar a resolver esta solidão própria - contraditório, mas essa ação é responsável por diversas frustrações próprias que nós mesmos causamos, em depositar tantas expectativas numa pessoa e esperar que ela corresponda exatamente como imaginamos, sonhamos e queremos. Da mesma maneira, a tristeza ainda é necessária, para reconhecer os nossos erros em estar - e é tudo normal, cometer erro com os outros ou consigo mesmo, acontece ou vai acontecer em todos os momentos.

Fracassar, errar, chorar e quebrar a cara faz parte de toda caminhada de sucesso, ignorar as frustrações em momentos de reflexões é se jogar num labirinto sem saída onde só trará piora nos seus sentimentos. Aprender com a queda nos faz mais fortes e confiantes quando batermos de frente com outros problemas que (aos nossos olhos!) podem ser enormes. Em algum momento da minha vida, precisei parar de querer acabar com todos os meus piores momentos e focar somente em ser feliz, resultado? Mais frustrações. É humanamente impossível ser feliz sem usufruir do que categorizamos como ruim, tudo têm um papel importante na caminhada vital, basta aprender a lidar com cada um. Há bens que vem para males, e males que vem para bens.

Terminar um relacionamento, afastar-se naturalmente de uma pessoa que costumava conversar todos os dias, algo sair completamente da sua rotina ou simplesmente, alguém plantar um sentimento em você e nunca mais retornar para rega-lo. Acontece, todos nós passaremos por isso algum dia, e há milhares de pessoas passando por isso, frustrando a sua adolescência por alguém que já foi frustrado. Não estamos prontos para o amor, nem para amar. Precisamos aprender a lidar com os sentimentos, as pessoas e as frustrações. 

4 comentários:

  1. Oi Deivy, muito verdade tudo que falou. Acredito que da mesma forma que precisamos viver as alegrias é preciso viver os momentos ruins e a partir desse momento aprender, muitos evitam passar por momentos assim, mas se soubermos extrair ensinamentos ele será muito importante para nossa evolução :)

    Beijos,
    Amanda Laboredo
    www.ireicomdoroty.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda
      Realmente, aproveitar os momentos é realmente generalizado, seja ele bom ou ruim, de felicidade, tristeza ou angustia. A vida é uma longa trajetória de conhecimento e aprendizado.

      Beijos do Deivy!

      Excluir
  2. Nossa que texto necessário! Tantas pessoas sem saber lidar com sentimentos e eu acho que é justamente pelo o que você escreveu, se esconder das frustrações e não saber lidar com uma tristeza maior, quando isso faz parte do dia a dia e das vitórias, como você disse. Adorei!
    Beijinhoss, Marina
    Me visita também? :) Blog Cabide Ideal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Marina!
      De fato, rejeitamos demais os maus sentimentos e não deixamos que passe o curto tempo em nossa vida, mesmo que não usemos para algo importante. Saber respeitar estes momentos é primordial.

      Beijos do Deivy!

      Excluir